Sem juízo, governo mistura doentes mentais com enfermos comuns no hospital de Piancó e vejam o resultado

Em vez de melhorar as condições de funcionamento da ala psiquiátrica do hospital de Piancó, que funcionava fora do recinto hospitalar, o que o governo Coutinho fez foi fechar a ala e transferir os pacientes para dentro do hospital, que não dispõe de uma estrutura física e médica adequada para receber esse tipo de enfermo, gerando uma séria de complicações.

A questão dominou as discussões na sessão da Câmara Municipal na noite dessa quinta-feira, 30. Em discursos reiterados durante a reunião, o vereador Neguinho Marinho disse que misturar doentes mentais, alguns deles em surto, com pacientes comuns, é uma irresponsabilidade e um risco. Conforme o parlamentar mirim, funcionários e internos do hospital temem pela própria integridade física, uma vez que, segundo ele, pacientes acometidos por um surto psiquiátrico podem ser violentos e agressivos.

            
Neguinho contou que há dois dias, um homem em tratamento mental correu nú pelos corredores do hospital e houve apreensão entre funcionários e doentes comuns. Já o vereador Hermógenes Xavier disse ter tomado conhecimento que os doentes mentais têm assediado “as funcionárias mais bonitas do hospital”. “Eu salvei uma enfermeira que estava sendo esganada por um homem em surto em uma enfermaria da ala psiquiátrica, e posso dizer que manter as pessoas em tratamento mental dentro de hospital é um risco”, comentou Marinheiro.
            
A oposição quer que o governo transfira os leitos psiquiátricos para outro local e que garanta um tratamento humanizado e adequado aos pacientes, diferentemente do que ocorre hoje no hospital e ocorria na ala psiquiátrica, onde as condições sanitárias e de tratamento eram impróprias por falta de investimento governamental. Já um vereador ligado ao prefeito, que é aliado do governador, assegurou que, embora estejam no mesmo recinto hospitalar, os doentes mentais e os enfermos comuns estão em alas diferentes, e a situação não é tão temerária como pinta o grupo oposicionista.

www.folhadovali.com.br
Fechar [x]