Todos os réus que foram a júri, durante esta semana em Conceição, saíram do fórum condenados

Com exceção da sessão da terça-feira(29), em que Francisco de Assis Jerônimo da Silva, mais conhecido como “Galego” foi absolvido pela acusação de Tentativa de Homicídio, porém condenado a 7 anos e 1 mês, pelo juiz singular por Lesão Corporal, todos os demais réus que sentaram no “banco dos réus”, foram condenados pelo Tribunal do Júri.

Na quarta-feria(30), os irmãos João Bezerra Leite e Valberto Bezerra Leite foram condenados a 20 anos e 9 meses cada, pela morte da madrasta dos mesmos, a senhora Maria de Fátima Mota da Silva. O crime aconteceu no dia 20 de fevereiro do ano de 1993, na cidade de Ibiara-PB.


Na quinta-feira(31), O Tribunal do Júri Popular condenou, a 8 anos de prisão, o réu Pedro Joaquim de Sousa, pela morte de sua cônjuge Francisca Pereira Morais de Sousa. O crime aconteceu no dia 3 de maio do ano de 1993, dentro do quarto do casal, que residia no sítio Timbaúba, município de Conceição. Depois da sentença, o advogado da defesa, Cícero José, demonstrando que não ficou contente com o resultado, alegando que não existia nenhum elemento que pudesse condenar seu constituinte, disparou: “Isso é muito perigoso. Não se pode permitir condenar sem provas. 

O júri popular precisa passar por uma mudança estrutural. Eu sei que a impunidade gera mais violência, mas condenar sem provas nos autos do processo é ainda mais perigoso. No caso em tela, eu provei por A mais B que não existia nenhum elemento que pudesse provar, ainda que de forma remota, a participação do meu cliente no crime” Nós vamos recorrer da decisão, disparou o advogado.

Na sexta-feira(1), foi a vez do réu Renato Ferreira Leite. Ele foi condenado pela acusação de tentativa de Homicídio contra José Vicente soares. O crime aconteceu no ano de 2011. No ano seguinte, a vítima foi assassinada e quem vai responder pelo crime, no júri do dia 15 do corrente mês, é Josiedson Gomes Camilo.

Na segunda-feira(28), o júri foi adiado. A reportagem não conseguiu a informação do nome do réu.
 
Fonte: Gilberto Angelo
Fechar [x]