Juiz acata pedido de liminar e suspende Concurso Público de Diamante


O Juiz Carlos Gustavo Guimarães, titular da 1º Vara da Comarca da cidade de Itaporanga, acatou uma Ação Popular com pedido de Liminar, que pede a suspensão do Concurso Público realizado pela Prefeitura Municipal de Diamante, no Vale do Piancó.
A ação surgiu depois que vários candidatos que participaram do certame, suspeitaram de irregularidades no resultado divulgado pela empresa EducaPB Consultoria, responsável pela realização do concurso, bem como, os indícios de favorecimento político.

Essa semana, vários candidatos protocolaram junto ao Ministério Público Estadual, as denúncias, narrando fatos, pedindo providencias sobre a possível ilicitude do certame.
A Ação Popular com pedido de Liminar foi impetrada na noite dessa quarta-feira (09), e julgada já na manhã desta quinta-feira (10).
Os réus citados foram a Prefeitura Municipal, a Prefeita Marcília Mangueira Guimarães e a empresa realizadora, EducaPB Consultoria.
Com o parecer do juiz, ficam suspensos todo e qualquer ato com relação ao Concurso Público do município, que teve 103 vagas oferecidas para diversos cargos e o que pode ter pesado para o resultado dessa decisão, são várias aprovações de parentes da prefeita, bem como a aprovação de oito, dos nove secretários do município, além de várias irregularidades ocorridas durante as aplicações das provas, como envelopes já abertos com provas espalhadas nas carteiras, além de revelações que comprometem o resultado dos recursos, feitas pela presidente da Comissão Organizadora, vazados através de áudio nas redes sociais.
Fonte: Diamante Online
Fechar[x]