“Como pastor, peço socorro ao Governo do Estado”, diz Padre Djacy Brasileiro

É lamentável que nosso o nosso sertão paraibano esteja se afogando, a cada dia que passa, no mar da violência.

Está de assombrar, nunca vi um cenário tão macabro, ameaçador, violento: acidentes no trânsito, mortes matadas, assaltos etc.

Como cidadão sertanejo, filho do Vale do Piancó, e Padre que atua na referida região, quero gritar meu grito profético: autoridades paraibanas, a situação é gravíssima, não podemos ficar parado no tempo sem nada fazer.

O povo já vive momento de desespero. As medidas de combate a essa onda assombrosa da violência têm que ser tomadas URGENTEMENTE. É questão de vida ou morte. Socorro!

Faço alguns questionamentos:

-Por que nos finais de semana, a Policia não faz blitz nas estradas e cidades, sobretudo nos períodos festivos?

-Por que nesta região, não se faz uso do bafômetro? Cadê a lei do bafômetro? Por que não se aplica por aqui?

-A nível de estado, por que não pensar na volta da operação Manzuá?

-Por que não evitar a politização da violência?

Espero que este brado profético seja ouvido e levado em estrita consideração, para o bem do povo querido do sertão paraibano.

Pedra Branca-PB, em 15 de junho de 2015.

Padre Djacy Brasileiro


E-mail: padredjacy@hotmail.com
Fechar [x]