Comovida, Pedra Branca parou para o sepultamento de professora, falecida precocemente

Muita comoção e lágrimas no sepultamento da professora Núbia Cirilo Lemos (foto), de 42 anos, ocorrido no final da tarde desta sexta-feira, 17, no cemitério de Pedra Branca. Ela era casada e deixa um filho de 10 anos.

A professora, que lecionava na escola municipal Laura de Sousa Oliveira e era uma figura muito  querida na cidade, faleceu nessa quinta-feira no hospital Napoleão Laureano, de João Pessoa, onde estava em tratamento contra um câncer de mama. Ela lutava contra a doença havia anos e vinha enfrentando também graves dramas pessoais: perdeu um irmão e recentemente havia perdido também a mãe.


Segundo informações de familiares, Núbia descobriu um tumor na mama pouco meses depois de dar à luz e, durante quase uma década, batalhou incansavelmente pela vida, conquistando ainda mais a admiração das pessoas, que se uniram em correntes de oração pela saúde da enferma, mas não houve jeito. Uma multidão acompanhou a missa de corpo presente celebrada na Igreja Matriz e, em seguida, o caixão foi levado para o cemitério tomado por lágrimas de familiares, amigos e colegas de magistério.

Uma das últimas imagens públicas de Núbia viva foi exibida durante o enterro: é um vídeo onde ela conta a música Noite Feliz no leito do hospital acompanhada por um violino. Foi no Natal do ano passado e ganhou as redes sociais, comovendo muita gente.

www.folhadovali.com.br
Fechar [x]