Em Itaporanga, homem encontra carteira cheia de dinheiro na rua e toma atitude pouco comum

Um exemplo de honestidade em um momento tão pouco ético que vive Itaporanga e o resto do país. No começo da manhã desta terça-feira, 17, o pequeno comerciante Damião Reglisson Rodrigues de Araújo, de 40 anos, encontrou uma carteira cheia de dinheiro em frente de sua casa, que fica na Rua 13 de Maio, centro da cidade.

A carteira estava no meio da rua, caíu do bolso de um rapaz que passou em uma motocicleta. Damião pegou a carteira e se surpreendeu com o que encontrou dentro dela. “Era muito dinheiro: eu contei mais de mil reais, e acho que tinha perto de 2 mil, mas resolvi não contar mais e procurar imediatamente o dono”, comentou ele ao ser procurado pela Folha para contar o desfecho pouco comum dessa história.


Dentro da carteira, além do dinheiro, tinham documentos pessoais do proprietário. Ele conhecia de vista o dono da bolsa e foi à sua procura. O rapaz reside em um loteamento na Bela Vista e ficou feliz e surpreso ao ter os documentos e o dinheiro recuperados. O nome dele é Célio Emiliano, é filho de um feirante e trabalha em um posto de combustível da cidade. “Esse dinheiro é para o conserto do meu carro, que está quebrado, mas, graças a honestidade de Damião, eu não sofri um grande prejuízo”, comentou com ares de contentamento.

“Aquele dinheiro não me pertencia e, então, eu não poderia ficar com ele e, por isso, resolvi devolver ao dono, e estou me sentido muito bem, estou de consciência tranquila”, comentou Damião, que tem um pequeno barraco em frente à escola Padre Diniz e também costuma atuar como vendedor ambulante.


www.folhadovali.com.br


Fechar [x]