Depois de tentativa de demissão, servidores do hospital de Piancó agora têm salários suspensos

Depois de sofrerem uma tentativa de demissão, o que só não aconteceu graças à intervenção do Ministério Público, alguns funcionários do hospital regional de Piancó, que pertence ao governo estadual, passam por mais um momento difícil: eles tiveram seus salários suspensos.

De acordo com o vereador Neguinho Marinheiro, que, inclusive, é um desses servidores, os funcionários, cerca de 30 pessoas, não receberam seus salários nessa quarta-feira, dia do pagamento. “É mais uma perseguição política do governo em plena campanha eleitoral contra esses funcionários: o governo não pode demiti-los e agora suspende seus salários”, lamentou o parlamentar mirim.


Segundo ele, os servidores procuraram a Promotoria de Justiça, que convocou o diretor do hospital, mas este disse não saber o motivo da suspensão salarial e se comprometeu de verificar o que está acontecendo. “Não acredito nisso: se o governo bloqueou o pagamento dos servidores é porque a solicitação veio de Piancó e só atinge funcionários que não votam no governador”, disse o vereador.

Todos esses servidores são ligados à ex-prefeita Flávia Galdino, que recentemente rompeu com o governador Ricardo Coutinho, que está em campanha pela reeleição.

Denúncia de perseguição política também no Samu de Piancó, que é administrado pelo prefeito, aliado político do governador. Conforme o que foi apurado, servidores do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência também ligados à ex-prefeita estão sendo transferidos para outros locais de trabalho.

Uma das vítimas é a enfermeira Regina Cazé, segundo a própria servidora. Em apenas um ano e sete meses da atual administração municipal, ela já recebeu sete portarias de transferência de local de trabalho, ou seja, a todo momento é mandada para um local diferente por não comungar politicamente com o prefeito nem com o governador. Ela também está no grupo de servidores do hospital que ficou sem salário. "Junto comigo, ela é a servidora mais perseguida de Piancó, e todas essas denúncias nós vamos levar à Câmara Municipal", disse o vereador. 


folhadovali.com.br
Fechar [x]