Sem entendimento com prefeito, professores do Caiana entram em greve por tempo indeterminado


Os professores da rede municipal de ensino de São José de Caiana entraram em greve por tempo indeterminado nesta segunda-feira, 14. A principal reivindicação da categoria é a regularização do pagamento salarial, que está atrasado.

Segundo Josefa Marleide Ferreira Viana, presidente do Sintserc (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São José de Caiana), os professores fizeram uma manifestação pública e uma paralisação de advertência na semana passada, mas o prefeito José Walter (PMDB) não chamou a categoria para uma negociação, motivando a deflagração da greve. “Estávamos aguardando um posicionamento do prefeito, mas parece que ele não está preocupado, já que não deu nem um sinal de negociação, não esta preocupado com os alunos, a preocupação maior dele é perseguir e ameaçar os professores”, comentou a presidente.

Conforme ainda ela, as diretoras escolares tentam burlar a greve ao elaborar um horário específico de aula mesmo sem o quadro de professores completo. De acordo com a presidente, até uma rádio comunitária, que está a serviço dos interesses do prefeito, tem atuado contra a paralisação dos professores. “Um locutor está constantemente avisando para que o alunado vá para a escola, mas os estudantes terminam ficando toda a tarde nas ruas porque não tem aula. Acho isso um desrespeito aos alunos. Se o prefeito realmente estivesse preocupado com os estudantes, procuraria conversar com o sindicato”, argumentou Josefa. Foto: momento do protesto dos professores.


folhadovali.com.br
Fechar [x]