Homem mata a própria esposa a tiros em Emas. Foi uma filha do casal quem acionou a polícia


Tragédia no interior de uma casa na Rua Nestor Ferreira de Morais, centro de Emas, na tarde dessa terça-feira, 24. O negociante Adriano Paulo de Medeiros, de 34 anos, matou a tiros sua própria esposa, a dona de casa Elaine Cristina Batista de Sousa, que constantemente era agredida pelo marido e tanta violência culminou com o pior.

Ao ver a mãe sendo alvejada, uma filha adolescente do casal correu até o destacamento da Polícia Militar em busca de socorro, mas quando os policias chegaram à residência, o homem já havia fugido, enquanto a mulher agonizava. Ela foi socorrida para o hospital de Patos, mas não resistiu.

Durante a fuga, o acusado abandonou uma moto em uma área rural entre os municípios de Emas e Coremas. Policiais fizeram diligências durante toda a noite, mas a chuva e a escuridão dificultaram o trabalho policial, segundo o caso Simonaldo.

Conforme o militar, o acusado estava sob efeito de álcool, o que o deixava agressivo. Várias latas de cerveja foram encontradas em sua residência. “Quando bebia, ele costumava agredir a mulher e procurar confusão na cidade e já tinha sido preso alguma vezes”, comentou o cabo.

Além da adolescente, o casal também tinha um menino, uma criança de oito anos. Os filhos estão muito alados e viverão dias difíceis sem a mãe, morta brutalmente, e sem o pai, que se tornou um fugitivo. O corpo da mulher foi encaminhado a exame cadavérico e, depois, será entregue a família para o sepultamento.


folhadovali.com.br

Fechar [x]