NO VALE: Homem tem orelha arrancada por mordida durante briga em razão de ciúmes

Petrônio Pereira de Morais, de 47 anos, teve a orelha parcialmente decepada por uma mordida durante uma briga com dois homens na noite do sábado, 5, no triângulo de acesso a Olho D’água, onde a vítima reside.

Ele seguia para casa quando foi agredido pelos dois homens: eles premeditaram o ataque contra a vítima, que foi gravemente lesionada e ficou com deformidade permanente em função da perda de parte da orelha. 


Os acusados são Fábio Ferreira Coelho, 35 anos, e seu genro, José Erivan Pereira Lourenço, 21, apontado como autor da mordida. “Um segurou e o outro agrediu a vítima”, comentou o delegado José Pereira, que autuou os dois em flagrante por lesão corporal gravíssima. Conforme o delegado, o crime pode ter sido motivado por ciúmes de Fábio Ferreira, que se uniu ao genro para pegar Petrônio.

Depois de autuados em flagrante, os acusados, que moram no conjunto Lúcia Braga, em Olho D'água, foram recolhidos à cadeia de Piancó.

FOLHADOVALI.COM.BR
Fechar [x]