Homem que deixou Nova Olinda inteira sem água é preso

Folha do Vali

Policiais civis da delegacia de Itaporanga, coordenados pelo delegado Glêberson Fernandes, prenderam em flagrante na manhã desta quinta-feira, 27, o agricultor João Manoel da Silva, conhecido como João Cajarana, de 52 anos, que é acusado de danificar o sistema de abastecimento d’água da cidade de Nova Olinda: ele entupia a tubulação com animais mortos e também é suspeito de quebrar o painel elétrico que alimenta o motor responsável pela captação da água no açude. Em função disso, desde o último domingo a cidade está de torneiras vazias. 

Segundo o que foi apurado, o homem pegava animais mortos e jogava dentro da caixa onde a água fica armazenada antes de seguir para a estação de tratamento. As carcaças dos animais entravam pela tubulação e prejudicavam o sistema. Há suspeita que desde abril ele vinha fazendo isso. Recentemente, funcionários da Cagepa realizaram uma limpeza na tubulação, de onde retiraram restos de bichos em decomposição.

Boletins de Ocorrência foram lavrados na delegacia de Piancó e a Cagepa também denunciou o caso ao Ministério Público. Além de poluir a água destinada ao consumo humano, o vandalismo também provocou dano ao sistema, que precisou ser paralisado para a limpeza. Depois, veio a quebra do painel elétrico, o que motivou a interrupção do fornecimento, revoltando toda a população, que está há cinco dias sem água. Em depoimento ao delegado Glêberson Fernandes, João Cajarana negou o crime e disse quem deve estar jogando os animais dentro da tubulação deve ser a mesma pessoa que esta matando sua criação. 

O argumento não convenceu o delegado porque há testemunhas da ação delituosa do homem e ele teria confessado a pessoas na cidade que estava praticando o dano em protesto contra a morte dos seus animais. João, que reside sozinho em uma casa de propriedade da AESA, o órgão gestor e águas, a poucos metros do açude, cria bode, porcos e galinhas e alega que alguém estaria matando seus bichos e, descontente com o fato da polícia ainda não ter descoberto o responsável por isso, supostamente resolveu prejudicar o abastecimento d’água da cidade em protesto contra a falta de segurança no município. 

Autuado em flagrante por corrupção de águas, que é poluir água destinada ao abastecimento humano, ele foi recolhido à cadeia de Santana dos Garrotes, cuja comarca jurisdiciona Nova Olinda.


Fechar[x]