No Vale do Piancó servidora acusa prefeito de perseguição e ganha na Justiça direito de voltar ao posto de trabalho

 Diário do Sertão
Uma funcionária pública do município de Olho D’água, no Vale do Piancó, Sertão paraibano, conseguiu reverter na Justiça uma decisão do prefeito que a fez ser transferida para outra função e local de trabalho. Segundo ela, a transferência foi motivada por perseguição política.
A Justiça de Piancó determinou, através de liminar, o imediato retorno da agente administrativa concursada Daniela Íria Adjuto de Almeida ao seu local de trabalho de origem, que é a Secretaria Municipal de Finanças, localizada na sede da Prefeitura.
Em janeiro deste ano, após a posse do prefeito Genoilton Carvalho, ela foi transferida para um posto de saúde do sítio Riacho do Meio, a dezenas de quilômetros de sua residência. Daniela é esposa do vereador de oposição Weslley Carvalho e não tem dúvidas de que foi vítima de perseguição política.
Através dos seus advogados, a funcionária municipal impetrou Mandado de Segurança na Justiça de Piancó e foi vitoriosa. A juíza Mayuce Santos Macedo, da 2ª Vara, anulou o ato administrativo do prefeito, se convencendo de que não havia razão legalmente justificada para a transferência da servidora.
Fechar[x]