Policiais civis do Vale do Piancó paralisam atividades nesta quarta-feira e só atenderão casos de flagrante.

Durante o período de 24 horas, tendo início a parti das 08h desta quarta-feira dia 09, até as 08h do dia seguinte, policiais civis do vale do Piancó irão paralisar suas atividades seguindo uma mobilização a nível estadual encabeçada pela ASPOL (Associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba); apenas os casos de flagrante delito serão realizados.




A paralisação acontece contra a defasagem, congelamento e a incompatibilidade salarial no Estado da Paraíba nas carreiras investigativas e de apoio e os obstáculos que se projetam com as propostas em tramitação no Congresso Nacional; a PEC 241/2016 e a PLP257/2016 que precarizam os serviços públicos prejudicando ainda mais a categoria. De acordo com Suana Melo,  Presidente da ASPOL, os policiais civis do Estado da Paraíba ocupam a última posição no Ranking salarial da categoria no Brasil. “O policial civil da Paraíba, mesmo se encontrando entre os mais bem avaliados do país e atingindo anualmente a metas de redução de criminalidade no Estado, recebe a metade do  salário que é pago em 16 estados”, lamentou Suana.

Em relação ao atendimento ao público nas delegacias durante a paralisação desta quarta-feira, a presidente da ASPOL informa que as delegacias de todo o Estado atenderão somente os serviços inadiáveis. “apenas os procedimentos flagrâncias e as diligencias relacionadas serão realizados pelos policiais. Boletins de Ocorrências, atividades cartorárias e diligências externas serão paralisados”, Concluiu. 

A ASPOL convoca toda a sociedade e os meios de comunicação para a defesa dos serviços públicos de qualidade e a valorização dos policiais civis.

Fonte: DEPOL PIANCÓ




Fechar[x]