Filme produzido em Itaporanga será exibido na 7ª Mostra Acauã do Audiovisual Paraibano

O curta-metragem Andante, allegro e vivace, que retrata a história do músico itaporanguense Radegundis Feitosa Nunes, terá sua pré-estreia na 7ª Mostra Acauã do Audiovisual Paraibano, que acontecerá desta quinta-feira dia 10 a 12 de novembro no município de Aparecida/PB.

O filme, idealizado pelos integrantes do projeto “Plantando Cinema na Pedra Bonita”, realizado pelo Instituto Cultural Radegundis Feitosa Nunes – ICRAFEN em parceria com o Governo do Estado da Paraíba, através do Fundo de Incentivo à Cultura Augusto dos Anjos – FIC, será exibido na Mostra Sertão na próxima sexta-feira 11/11.

Para o presidente do ICRAFEN, o ex-deputado Chico Lopes, a oportunidade criada pelo projeto “Plantando Cinema na Pedra Bonita” de produzir um documentário sobre a vida de um grande músico e um cidadão do bem como Radegundis é única. Para Chico “a exibição do documentário na Mostra Acauã é uma excelente ocasião para o mesmo ser avaliado por pessoas de renome na área, como Lau Siqueira, secretário de Cultura, o fotógrafo João Carlos, e o artista plástico Dantas Suassuna, filho de Ariano Suassuna, bem como abrir novos caminhos na área para o Instituto”.

A produção do filme foi totalmente realizada em Itaporanga e dirigido por Anderlúcia Caldas, com o apoio dos integrantes do projeto. A direção do filme Andante, allegro e vivace foi a primeira experiência de Anderlúcia como cineasta, “nunca imaginei que pudesse participar da produção de um filme. Dirigir então foi uma experiência única, e hoje tenho a honra de participar da Mostra Acauã junto com cineastas renomados do cinema paraibano. Espero adquirir experiência para um dia estar à altura deles representando a cidade de Itaporanga”, comenta a diretora.

O filme sobre Radegundis Feitosa será exibido em meio à filmes dirigidos por Marcélia Cartaxo, Laércio Filho, Maycon Carvalho, Janduhi Acendino e Coletivo Alumbra de Coremas.

Fonte Portal Pedra Bonita

Fechar[x]