Açude de Nova Olinda supera Coremas e Catingueira e é o 2º do Vale com maior volume d’água

Com 20 milhões de metros cúbicos d’água, o que representa algo em torno de 20% de sua capacidade, o açude Saco, de Nova Olinda, é hoje o segundo reservatório com o maior volume d’água acumulado no Vale.
                
A barragem nova-olindense superou os açudes Estevam Marinho, de Coremas, que está com apenas 12,2 milhões de metros cúbicos d’água (2,2%), e Cachoeira dos Cegos, de Catingueira, que acumula 8,3 milhões de metros cúbicos (11,6%). Embora grandes, esses dois açudes são bastante demandados e, por isso, tiveram uma redução de volume mais acentuada.





                
A barragem de Nova Olinda só tem menos volume acumulado do que o reservatório de Mãe D’água, que também está situado em Coremas e tem hoje 49,7 milhões de metros cúbicos d’água, o que representa 8,7% de sua capacidade. É o açude com mais água no Vale, mas sofre igualmente uma grande demanda.
             
Como é pouco utilizado, o açude de Nova Olinda consegue preservar seu volume por um maior período de tempo, mas, a partir da construção da adutora que vai levar água a Itaporanga e Pedra Branca, o reservatório terá uma demanda acentuada e uma consequente redução de sua reserva em um menor espaço de tempo.

Folha do Vali
Fechar[x]