Prefeita é denunciada ao MP por não receber equipe de transição, em Diamante


A prefeita eleita do município de Diamante, Carmelita de Odoniel (PSDB), formalizou denúncia ao promotor coordenador da Promotoria de Itaporanga, Reynaldo Serpa, na manhã desta terça-feira (25), contra a Prefeita Marcília Mangueira Guimarães por tentar procrastinar a execução da comissão de transição indicada desde o dia 13 de outubro.

Segundo Carmelita, até o presente momento a transição não teve início e ela já prevê grandes prejuízos que o município terá. “Nós indicamos seis nomes para compor a equipe de transição, atendendo a recomendação do Tribunal de Contas, que limita o mínimo dois, e não estipula o Maximo. Indicamos advogado, contador, vereadores e servidores do município, na eminência de obter todos os dados técnicos da gestão, e saber também a real situação que se encontra o município, porém, até o momento a gestão tem se curvado em receber a nossa equipe e com isso já temos em vista um grande prejuízo para a futura administração”, falou Carmelita.
De acordo com as informações obtidas pelos assessores da nova prefeita, Carmelita recebeu uma carta via AR nesta segunda-feira (24), emitida pelo Gabinete da Prefeita Marcília, que ela indicasse apenas dois nomes para a equipe de transição, e ao dar o recebido, ela se dirigiu até a Delegacia de Polícia Civil de Itaporanga fazer um Boletim de Ocorrência, narrando o fato.
No Vale do Piancó, a maioria das cidades que irão ter novos gestores já iniciaram os processos de transição de governo.

Fonte Diamante Online
Fechar[x]