TRE nega envio de tropas federais para Piancó

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) negou o envio de tropas federais para a cidade de Piancó. A solicitação de reforço na segurança foi feito pela juíza substituta da 32ª Zona Eleitoral, Vanessa Moura Pereira de Cavalcante. Além de Piancó, ela pediu tropas federais também para Emas, Catingueira e Olho D’Água, todas localizadas no Sertão da Paraíba. 

A negativa foi posta na mesa pelo juiz relator Antônio Carneiro de Paiva Júnior e foi seguida pela maioria da corte. Os votos divergentes foram de Maria das Graças Morais Guedes e Emiliano Zapata de Miranda Leitão.


O pedido da juíza teve como base desentendimentos entre as coligações adversárias no município, inclusive com o relato de autoridades policiais de que o contingente para manter a tranquilidade no pleito era inferior ao necessário. O juiz relator discordou do pedido. Maria das Graças e Emiliano Zapata, na divergência, citaram o exemplo de Campina Grande, onde valeu a referência aos incidentes ocorridos em anos anteriores. No caso da Rainha da Borborema, em caso julgado na semana passada, foi autorizado o envio de tropas federais para garantir a tranquilidade durante as votações.

Nos casos concretos do Sertão, ainda serão apreciados os pedidos de tropas federais para Emas, Catingueira e Olho D’Água, feitos pela juíza da 32ª Zona Eleitoral.


Jornal da Paraíba
Fechar [x]