Odoniel Mangueira diz que desistência da Prefeita abre as portas para o PSDB, em Diamante


O médico e ex-prefeito da cidade de Diamante (PB), Odoniel Mangueira, que preside o Diretório do PSDB local, revelou na manhã desta sexta-feira (08), que a desistência da reeleição da atual Prefeita Marcília Mangueira (PSB), foi tida como a primeira queda de braço vencida, desde que sua pré-candidata Carmelita, iniciou a pré-campanha.
Em depoimento, o médico disse: “A desistência da Prefeita é muito positiva para o nosso projeto, haja vista que o Governo do Estado seria nosso principal vilão, porém ele foi escanteado pela imaturidade política do seu grupo em Diamante, já que acreditava ter uma candidata própria da sua sigla e simplesmente foi surpreendido com a notícia no final do mês passado”.

Odoniel acredita que esse ano não será difícil enfrentar seus opositores, já que ele considera o grupo que lhe faz oposição, em decadência política. “Só um cego pode não ver o que vem acontecendo em nossa cidade. Na eleição de 2012 eu estava enfermo, paralisado em cima de uma cama em decorrência de um grave acidente, quase perdi a vida e mesmo assim atingimos 2.089 votos. Perdemos por 62 votos, e isso me fez refletir muito, concertando os erros e melhorando os acertos, além de voltar a morar em definitivo na cidade de Diamante desde lá, demonstrando o meu interesse em ajudar essa população a voltar a crescer, já que há mais de 18 anos está parada nas mãos de “políticos profissionais”, sem obras estruturantes nem investimentos públicos”, pontuou o ex-prefeito.
Em sua finalização, Odoniel disse que o “novo” prometido pelo grupo de situação já não é mais acreditado. “A população caiu em 2012 e não cairá novamente em 2016. O novo que vem sendo prometido, também não vem sendo cumprido e isso todos podem ver. A política deles é a do quanto pior melhor. Nosso grupo vem mantendo um trabalho árduo, porém com resultados muito gratificantes, todos sabem que estamos ouvindo as pessoas, e temos colhido depoimentos lamentáveis sobre as últimas administrações locais. Saúde, educação e infraestrutura já não existe, o homem do campo foi abandonado. Para se ter idéia, com uma simples consulta no site do INEP, podemos constatar os índices da educação local, que são alarmantes, não tem crescimento nem aprendizado. Na área da saúde, eu deixo sob a avaliação do povo, e a transparência pública com o dinheiro do povo, acredito que todos estão acompanhando as últimas notícias de nível estadual, não existe, onde Diamante foi a penúltima na lista dos 223 municípios menos transparentes da Paraíba. É de se lamentar de verdade”, finalizou.

Fonte Diamante Online

Fechar [x]