Advogado de Itaporanga poderá ser o primeiro valepiancoense a presidir a Federação Paraibana de Futebol; atual presidente admite renunciar nesta sexta-feira


O presidente da Federação Paraibana de Futebol, Amadeu Rodrigues, admitiu, nesta quarta-feira (06), a possibilidade de renunciar ao cargo nos próximos dias. “Estou pronto para tudo”, afirmou.

Amadeu disse estar muito decepcionado com o processo de elaboração do novo estatuto da Instituição.

Caso Amadeu deixe o cargo, o vice-presidente Nosman Barreiro assumirá o comando da FPF.

No entanto, Amadeu negou qualquer tipo de estremecimento de sua relação com o vice e revelou que conversa normalmente com o vice. Acima de tudo sou amigo dele. Estamos junto desde a primeira gestão da federação”, afirmou.

O presidente disse também que os clubes profissionais, amadores e imprensa precisam se unir para mostrar que o futebol paraibano é forte. Ele também negou ter pretensões políticas, como, segundo ele, imaginam alguns membros da FPF. “Eles pensam que tenho, mas não tenho. O que tinha que ser, já fui”, afirmou.

Indagado quando poderia deixar o cargo, Amadeu disse que poderia ser hoje ou até 2019. “Estou pronto para tudo. Pode ser hoje ou até 2019, que é quando chegar o período de minha reeleição”, ratificou.


MaisPB
Fechar [x]