Populares organizam protesto para impedir passagem de governador pelo Vale do Piancó

Este mês, várias cidades do Vale do Piancó comemoram aniversário de emancipação política e, no dia 9 de Janeiro, Itaporanga também faz aniversário. Até lá, o governador Ricardo Coutinho deverá fazer, ao menos, uma visita à região, mas não será bem-vindo para muita gente.
                
O problema é que, durante a plenária do Orçamento Democrático, realizada no dia 15 de junho deste ano em Itaporanga, o governador Ricardo assinou ordem de serviço para obras de adutoras emergenciais para livrar várias cidades regionais da sede, mas não honrou o documento assinado nem o compromisso assumido. O resultado dessa omissão foi trágico: cidades como Diamante, Boa Ventura e Piancó em colapso, e outras como Itaporanga, Conceição e Aguiar na iminência de também ficarem completamente sem água.

                
Revoltados com a negligência do governo diante da falta de um bem essencial à vida, populares de várias cidades regionais mobilizam-se nos bastidores para realizar um grande protesto quando da presença de Coutinho no Vale. A ideia é bloquear a estrada, a partir de Piancó, e impedir a passagem de Ricardo na região. A manifestação popular visa mostrar ao governo a indignação do Vale, que não aceita mais ser tratado com menosprezo e desrespeito, principalmente com relação a um problema tão crucial como a água, um bem essencial à vida.
           
“O governador pensa que por que asfaltou algumas estradas na região já fez tudo, mas todo mundo sabe que ele já recebeu essas obras licitadas e com dinheiro em caixa da gestão passada. O que estamos, agora, esperando são as obras dele, prometidas e não cumpridas”, comentou um dos enfrentantes do movimento.

www.folhadovali.com.br
Fechar [x]