MPF faz operação para apurar desvio de verbas. Prefeito de Emas é investigado e policiais estão na residência do pai do gestor


MPF faz operação para apurar desvio de verbas. Prefeito de Emas é investigado e policiais estão na residência do pai do gestor
Uma operação que investiga desvio de recursos públicos em obras na área de Saúde e Educação em municípios do Sertão paraibano foi deflagrada nas primeiras horas desta sexta-feira (4) pelo Ministério Público Federal (MPF) da Paraíba. 

De acordo com a MPF, estão sendo cumpridos 18 mandados de busca e apreensão. Durante a ação do MPF, estão previstas 10 conduções coercitivas, expedidas pelo Tribunal Regional Federal (TRF) da 5ª Região. 


Uma das pessoas investigadas na operação é o prefeito da cidade de Emas, Segundo Madruga. Equipes do MPF e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) cumpriram mandado de busca e apreensão na casa do pai do gestor, na praia de Camboinha, em Cabedelo. O prefeito e um empresário do ramo da construção civil prestam esclarecimentos na sede do MPF em Patos.

A operação ocorre em conjunto com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público Estadual da Paraíba (Gaeco) e com a Controladoria-Geral da União (CGU). Executam as medidas dois procuradores regionais da República, seis procuradores da República, 22 promotores de Justiça do Gaeco e 12 auditores da CGU. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) presta segurança às equipes e auxilia no transporte de documentos e equipamentos apreendidos.


G1
Fechar [x]