Eleições de 2016 serão mais baratas. Essa é a expectativa de alguns pré-candidatos no Vale do Piancó

Com o tempo de campanha reduzido de três meses para apenas 45 dias, conforme a nova lei eleitoral, publicada em setembro passado, alguns pré-candidatos a prefeito e a vereador em cidades do Vale acreditam que, consequentemente, os custos de campanha para as eleições de outubro de 2016 serão reduzidos.
            
Como a propaganda eleitoral só começará a partir de 15 de agosto e durará apenas um mês e meio, os gastos oficiais com carro de som, material publicitário impresso, combustível, pessoal de apoio e comícios deverão ser menores. A nova lei também prevê limite de gastos na campanha, o que ainda será definido pelo Tribunal Superior Eleitoral em resolução que publicará em março.

            
Se a lei mostra interesse em diminuir toda a gastança das eleições ao reduzir o tempo de campanha e a limitar os gastos oficiais, pelo outro lado será preciso muita fiscalização para evitar os gastos ilegais, o chamado Caixa 2, dinheiro sujo e, geralmente, utilizado para comprar adesão de lideranças políticas e votos.
             
A nova lei também estabelece que a escolha dos candidatos pelos partidos e a deliberação sobre coligações deverão ser feitas no período de 20 de julho a 5 de agosto do ano em que se realizarem as eleições.

www.folhadovali.com.br
Fechar [x]