Vereadores de Nova Olinda não aprovam LDO

O projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício de 2016, que estava na pauta da sessão realizada neste sábado (08/08), na Câmara Municipal de Nova Olinda, não chegou a ser votado, em segunda discussão pelos vereadores da Casa.

O adiamento foi provocado pelo debate em torno do atraso da Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO ter chegado à Câmara.






Em sessão realizada no dia 25 de julho a LDO foi reprovada por 6 votos a 3, e novamente colocado em pauta para apreciação. Vereadores devem votar até o dia 15 de agosto, sábado, data limite para apreciação.

Todos os vereadores presentes à sessão ordinária.

A sessão teve a presença do advogado da Prefeitura de Nova Olinda, Marcílio Batista, que fez suas explanações a respeito da LDO. “Não é motivo de atraso da LDO para uma reprovação, porque só quem perde é o município, e consequentemente, o Orçamento atrasa”, disse o advogado Marcílio Batista. 

O advogado da Câmara Júnior Gonzaga também esteve na sessão.

Alguns parlamentares indagaram ao advogado, mas mesmo assim a LDO não foi votado na sessão.

A LDO deve entrar em votação, novamente, no próximo sábado (15).


(AR) - Ascom
Fechar [x]