Vice-prefeito de Nova Olinda denuncia recebimento de diárias irregulares pela prefeita Du Carmo

Durante uma fala no programa da Rádio Gravatá FM, o vice-prefeito de Nova Olinda, Idácio Souto (PMDB), acusou a prefeita do município, Maria do Carmo Silva, de ter recebido duas diárias, para o mesmo dia e mesmo objetivo, no valor de R$ 400,00 cada uma, conforme consta de relatório do Tribunal de Contas. 

Só no ano de 2014 ela teria recebido R$ 16.400 em diárias, para tratar de assunto em João Pessoa, onde tem residência oficial.

A reportagem em contato com o jornalista e atual vice-prefeito Idácio Souto confirmou tudo, e disse que esse relatório está no SAGRES. (IMAGEM ABAIXO):


O programa de rádio estava sendo apresentado pelo radialista Tiliu, daquele município, com a presença do vereador José Raimundo ‘Dedé de Lula’ (PP). Depois de apresentadas irregularidades nas diárias pelo vice-prefeito Idácio Souto, o vereador Dedé de Lula chamou a atenção para o fato de a prefeita Ducarmo ter locado uma camioneta, para seu uso pessoal, no valor de R$ 7.000,00, “enquanto fica querendo cortar os salários dos funcionários alegando dificuldades financeiras do município”, afirmou o parlamentar.

Já o vice-prefeito Idácio Souto, também, na defesa dos servidores municipais, alegou que já fez sua opção salarial e não mais recebe vencimentos da Prefeitura Municipal, quando solicitou o mesmo empenho da prefeita Ducarmo, para que faça opção pelos salários de Promotora (aposentada) e de Professora de Educação do Estado (aposentada) e “deixe de receber o salário do cargo de prefeita constitucional, somente assim poderia evitar o corte dos salários dos comissionados do município”, disse Idácio.

Segundo informações que circulam no município dão conta de que a prefeita estava convocando os servidores comissionados para dividir os seus vencimentos com outro servidor, alegando que o município não podia arcar com a folha de pagamento atual. 

Enquanto isto, disse Idácio, ela continua a promover festas caras e com seus altos salários deveria reconhecer a necessidades dos servidores e cortar os gastos na própria carne, ou seja, abrindo mão de seus salários de prefeita, concluiu ele. Segundo informações colhidas no município, a prefeita Ducarmo usou do telefone da rádio para rebater as denúncias, por mais de 10 minutos não teve como argumentar contra os documentos apresentados, momento em que foi solicitado por Idácio a presença da assessoria do município para pegar os referidos comprovantes.




www.ARYRAMALHO.com
Fechar [x]