Vereador rompe com prefeito e se lança candidato a presidente da Câmara em Catingueira

Uma notícia divulgada na última terça-feira, dia 25, abalou a política catingueirense e deixou muitas pessoas da cidade surpresas.Trata-se do rompimento político do vereador Lindeiton Leite Pereira (PR) com o grupo de situação, liderado pelo ex-prefeito Edivan Félix, que agora passa a contar com apenas 4 vereadores em sua base.

O anúncio caiu como uma bomba na cidade e foi o assunto mais comentado durante todo o dia nas principais rodas de conversas.


Segundo o próprio Lindeilton, o motivo do rompimento se deu pela falta de espaço na atual gestão e, principalmente, pela a quebra de um compromisso por parte de Edivan Félix. O ex-prefeito teria prometido ao vereador que ele seria o próximo presidente da Câmara Municipal de Catingueira.

O “acordo” teria sido feito em dezembro de 2012, antes da eleição da mesa diretora da Câmara. Naquele dia, Lindeilton estaria disposto em disputar o cargo de presidente, mas teria retirado seu nome para apoiar a candidatura do atual presidente José Leite de Lucena (Zezito), em troca do mesmo ser o próximo presidente do legislativo local, a partir de 2015.

De acordo com Lindeilton, Edivan Félix descumpriu o compromisso e optou pelo nome do vereador Sebastião Alves de Morais para a presidência. Diante da negativa do ex-prefeito, Lindeilton decidiu romper com o grupo de situação e se lançar candidato a presidente da Câmara.

A eleição da Câmara ocorrerá na primeira quinzena de dezembro. Até o momento, dois vereadores estão concorrendo ao cargo de presidente. Lindeilton Leite e Leoberto Marques, porém, este último estaria disposto a retirar seu nome para apoiar a candidatura do vereador Lindeilton Leite.

“Tenho pretensão em ser candidato a presidente da Câmara, mas tudo depende da decisão do meu grupo. O que for melhor para o grupo, estarei disposto a aceitar” disse Leoberto.

Já o vereador Sebastião Alves de Morais nos revelou que depois do rompimento do vereador Lindeilton ele achou por bem conversar com seu grupo para poder tomar qualquer decisão. Perguntando se realmente ele iria ser candidato, Morais insistiu e disse que faz parte de um grupo e qualquer decisão será tomada em conjunto com os demais.

Segundo informações extra-oficiais, o vereador Lindeilton Leite já teria feito a entrega do cargo que sua esposa ocupa como Secretária Municipal de Assistência Social.

Levando em conta a possível adesão de Lindeilton, o grupo oposicionista passaria a contar com 05 vereadores, além do comando da Câmara Municipal, uma grande vitória para a oposição que muito tem crescido nos últimos meses.
Fonte CATINGUEIRAONLINE
Fechar [x]