Em Piancó, justiça realiza mutirão de conciliação e atende mais de 400 pessoas

Em Piancó, justiça realiza mutirão de conciliação e atende mais de 400 pessoas

Um esforço concentrado do Tribunal de Justiça da Paraíba realizado nas comarcas de Piancó e Santana dos Garrotes no Fórum Desembargador Luis Sílvio Ramalho está permitindo a possibilidade de conciliação, entre as pessoas que possuem ações previdenciárias contra o INSS tramitando na justiça.

O mutirão que começou nesta segunda-feira(17) e vai até o dia 21 de novembro, reúne juízes, advogados, estagiários, serventuários da justiça, peritos, médicos, procurador do INSS, além dos juízes Antonio Carneiro e Fabio Leandro diretores adjuntos do núcleo de conciliação do Tribunal de Justiça da Paraíba.


Segundo informações, existem cerca de 500 ações nas comarcas de Piancó e Santana dos Garrotes e a intenção é que todas possam ser solucionadas durante este evento. O juiz Antonio Carneiro informou que, atualmente existem ações que tramitam na justiça há mais de dez anos e com o mutirão de conciliação o processo pode ser resolvido em uma audiência. Desde que haja acordo entre os envolvidos.

Das 35 ações julgadas no primeiro dia somente seis não conseguiram solução para o caso. No entanto, acredita-se que estas, deverão ser analisadas e julgadas dentro do mutirão nos próximos dias.

Um caso que demonstra o interesse da justiça em resolver o problema, foi o do senhor Jocélio Lopes de 38 anos de idade, casado, diagnosticado com cisticercose “Doença do porco”. Ele lutava desde 2011 para conseguir sua aposentadoria. No momento de sua audiência com o procurador do INSS houve certo entrave, que imediatamente foi resolvido após a interferência dos juízes. Emocionado Jocélio agradeceu e já saiu aposentado.

Outro caso semelhante, porém, com problema diferente foi da senhora Adriana Praxedes, 29 anos de idade, casada e mãe de duas filhas. A juíza Bárbara Bortoluzzi solicitou a presença de uma assistente social para acompanhar o fato e também tentar resolver o caso durante a semana de conciliação. Adriana está na espera de sua aposentadoria desde 2008.




Vale News PB
Fechar [x]