Prefeituras de Nova Olinda e Garrotes terminaram 1º semestre devendo quase R$ 2 milhões

As Prefeituras de Nova Olinda e Santana dos Garrotes terminaram o primeiro semestre deste ano com uma dívida conjunta que supera R$ 1,9 milhão, segundo dados repassados pela próprias edilidades ao Tribunal de Contas do Estado (TCE).

O endividamento de Nova Olinda, no entanto, é mais do que o dobro de seu município vizinho: chegou a R$ 1.344.823,84 contra R$ 607.379,74. E os números alertam: as dívidas poderão comprometer a saúde financeira dos dois municípios, o que requer dos prefeitos controle dos gastos e investimentos prioritários.


Dos R$ 7.062.716,11 movimentados por Nova Olinda, somente R$ 5.717.892,27 tinham sido pagos até o dia 30 de junho passado. Já Santana dos Garrotes tinha pago, até o sexto mês do ano, R$ 5.320.359,59 dos R$ 5.927.729,33 empenhados.

Caso não sejam tomadas medidas para controlar os gastos, as duas prefeituras, principalmente a de Nova Olinda, poderão encerrar o ano com dificuldade para pagar o 13º salário dos servidores municipais e entrar 2014 com uma dívida ainda maior, comprometendo ainda mais as finanças locais e o andamento das duas gestões. 


folhadovali.com.br
Fechar [x]