SERRA GRANDE: Energisa corta energia elétrica da sede do Conselho Tutelar


Após pelo menos quatro meses de atraso, a Energisa resolveu cortar a luz da sede do Conselho Tutelar da cidade de Serra Grande, No vale do Piancó. 

A luz foi cortada na última quinta-feira (11), por determinação do setor de cobrança da empresa com sede em Itaporanga. 

A assessoria da empresa de eletrificação não informou os valores em atraso e não pagos pela prefeitura de Serra Grande.


Neste momento, quem procurar os serviços do Conselho Tutelar de Serra Grande terá problemas para ter acesso a procedimentos simples, como a impressão de relatórios a serem encaminhados ao Ministério Público. Os conselheiros também estão tendo dificuldades em fazer visitas, atender emergências e acompanhar casos mais complicados de violência contra crianças e adolescentes no município.

Segundo informações, outros prédios de responsabilidade da prefeitura,  também estão com o pagamento de energia atrasados o correm risco de terem o fornecimentos de luz suspensa.


Radar Sertanejo
Fechar [x]