Municípios do Vale do Piancó que mais receberam dinheiro do Bolsa Família, e últimos dias para revisão

O Bolsa Família beneficia milhares de pessoas no Vale e é um dos principais injetores de recursos na economia regional. No ano passado, por exemplo, somente os quatro maiores municípios regionais receberam R$ 23.293.412,00 oriundos do programa.

Apesar de ser o mais populoso município regional, Itaporanga foi o que menos recebeu recursos em 2013 entre os quatro avaliados: foram R$ 5.501.528. O que mais recebeu dinheiro foi Coremas, com R$ 6.249.306,00, seguido de Piancó, para onde foram transferidos R$ 6.45.084,00. Já Conceição recebeu R$ 5.747.494.


No entanto, o programa é alvo constante de queixas de que pessoas sem necessidade estariam recebendo o benefício em detrimento de outras que vivem em extrema pobreza. Daí a importância para a revisão cadastral, que poderá corrigir as irregularidades.

Os gestores municipais da região têm até o dia 19 deste mês para fazerem a revisão dos beneficiários do programa. A revisão é para os que estão sem passar pela atualização há dois anos, completados no dia 31 de dezembro do ano passado. Caso não seja feita a atualização, as famílias assistidas poderão ter o benefício suspenso.

O Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), que é responsável pelo programa, sugere que as Prefeituras mobilizem a população beneficiada, para fazerem a revisão, através de meios de comunicação como rádio, carros de som, além de avisos em escolas, igrejas, no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas).

Segundo o MDS, uma vez bloqueado o benefício pela Revisão Cadastral, o desbloqueio não poderá ser feito de modo online, nem pelo gestor municipal no Sistema de Gestão de Benefícios (Sibec), “nem mesmo por meio do envio do Formulário Padrão de Gestão de Benefícios (FPGB)”. Somente a atualização cadastral dentro do período permite a exclusão do bloqueio, conforme enfatiza o ministério.

A segunda etapa da Revisão Cadastral será iniciada a partir de 19 de setembro, e permitirá às famílias que estiverem com os benefícios bloqueados atualizarem seus dados até 12 de dezembro.

folhadovali.com.br
Fechar [x]