Acusado de assassinato em Piancó se apresenta à polícia e diz por que matou

O comerciante Marcos Antônio Alves, conhecido como Marcos do Espetinho, de 42 anos, acusado do assassinato de um tecelão em Piancó na noite do último domingo, 7, apresentou-se à delegacia local na manhã desta terça-feira, 9, e foi ouvido pelo delegado Roberto Barros.


Acompanhado de seu advogado, o homem, que reside na Rua João Abílio de Sousa, confessou o crime e disse que tinha uma rixa antiga com a vítima e vivia sendo provocado, o que o teria motivado a tirar a vida do seu inimigo, o tecelão José Antônio Bispo, conhecido como Welington, de 30 anos, morto com uma facada no pescoço quando bebia em um espetinho na saída de Piancó para Olho D’água.

Depois do depoimento, o homem foi liberado, mas o delegado que vai investigar o caso poderá pedir sua prisão preventiva. O crime teve forte repercussão em Piancó e deixou a família de Welington revoltada pela forma cruel e sem chance de defesa à vítima, que residia no Alto Belo Horizonte. 


folhadovali.com.br
Fechar [x]