O município do Vale do Piancó mais violento da Paraíba sem a atenção devida das autoridades

Santana de Mangueira é um dos menores municípios do estado, com apenas 5,2 mil habitantes, mas, proporcionalmente, é considerado o mais violento da Paraíba pelo grande número de assassinatos. Somente nos últimos quatro meses foram quatro homicídios, número considerado elevado para o quantitativo populacional santanense.

Se forem considerados os últimos seis meses, o número de homicídio aumenta para cinco. Os mais recentes crimes de morte ocorreram no sítio Boa Vista na tarde do domingo passado, 11, quando dois homens foram assassinados a tiros.


Uma das causas desse elevado número de homicídios pode estar relacionada ao grande número de armas de fogo nas mãos das pessoas. Quatro dos últimos cinco assassinatos ocorridos envolveu desentendimento pessoal repentino, que progrediu para a tragédia porque uma das partes estava armada.

Apenas dois policiais militares fazem a segurança do município, que tem uma vasta área territorial e faz divisa com o Pernambuco. Além do reduzido efetivo, faltam ações repressivas e de inteligência contra o porte e a posse de arma. Há muito tempo, a Justiça não concede mandado de busca e apreensão de armas em Santana, exatamente porque não é solicitada.

Se não houver um trabalho conjunto entre polícia, judiciário e Ministério Público, a tendência é a criminalidade agravar-se cada vez mais no município. Isso é o que pensa a população santanense, amedrontada pelo vasto derramamento de sangue no município.  


folhadovali.com.br
Fechar [x]