ANA ignora protestos e apelos e mantém decisão que contraria população de Coremas

Folha do Vali

As comportas do açude de Coremas estão abertas há uma semana e parece que vão continuar. A pesar dos protestos da população local por três dias consecutivos na semana passada e os apelos dos vereadores coremenses durante audiência pública no último sábado, 22, a ANA (Agência Nacional de Águas) manteve sua decisão de retirar água do reservatório.
                
O açude se encontra com pouco mais de 8% e, como já está se encerrando a temporada chuvosa na região, a expectativa é que o reservatório não aumente mais substancialmente seu volume, e, ao contrário, tenha seu nível reduzido drasticamente em função da grande demanda e entre em colapso nos próximos meses.
                
Em função disso é que a população e parte da classe política local estão revoltadas com a abertura das comportas do açude e prometem novas lutas contra a medida. Desde a construção do reservatário, na primeira metade do século passado, Coremas distribui água para grande parte do estado e do Rio Grande do Norte, mas a própria cidade não tem água tratada e até falta água em alguns pontos urbanos em função da precariedade do sistema adutor. Outro grave problema é que deixaram o rio Piancó fora do projeto atual da transposição das águas do São Francisco, prejudicando diretamente o maior reservatório do estado. 

Fechar[x]