Governador fecha escolas para fazer economia e revolta prefeito eleito de Aguiar

O governador Ricardo Coutinho determinou o fechamento de uma das duas únicas escolas estaduais na cidade de Aguiar, prejudicando mais de 250 alunos, que terão de migrar para outros educandários no próximo ano, mas eles podem não ter espaço escolar suficiente comportá-los.
            
A escola fechada é a Bernardino Bento, que funcionava há mais de 15 anos em condições satisfatórias, inclusive com boas notas no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), conforme o prefeito eleito Lourival Lacerda, que foi até João Pessoa para tentar reverter a decisão, mas ouviu do secretário de Educação do Estado que o fechamento da escola é necessário para conter despesas e o caso parece irreversível.

            
Mesmo não sendo de sua responsabilidade, por se tratar de uma escola estadual, o novo prefeito, que assume em janeiro, está preocupado com o prejuízo que isso vai causar à educação local. Revoltado, Lourival disse que é estranho que o governador queira conter despesas fechando escolas, quando deveria cortar gastos em outras áreas menos importantes.
            
Conforme ainda o prefeito eleito, a Gerência Regional de Ensino disponibilizou a outra escola do estado em Aguiar, a Agenor Mendes, para receber os alunos egressos escola desativada para o ano eletivo 2017, mas, segundo o prefeito, não houve nenhum estudo para saber se o educandário comporta tantos alunos. “Acho que não comporta, e o que pode haver são salas superlotadas e comprometimento do ensino”, comentou Lourival, que também é professor.
            
Além de Aguiar, o governo Coutinho fechou escolas em outros municípios regionais neste final de ano, entre os quais Ibiara, Coremas e Piancó. A atitude do governo está revoltando também professores, alunos e pais, mas eles ficam sem ter a quem recorrer devido à omissão da Assembleia Legislativa e do Ministério Público, conforme um dos prejudicados. Essa não é a primeira vez que a gestão estadual decide fechar escolas. Logo no começo do atual governo, dezenas de educandários foram fechados somente no Vale.

Folha do Vali

Fechar[x]