Alguns prefeitos querem tirar de Piancó sede do consórcio de saúde. Decisão será quarta em Itaporanga


Está prevista para a próxima quarta-feira, 28, uma reunião polêmica na sede da AMVAP (Associação dos Municípios do Vale do Piancó), em Itaporanga, para decidir o destino do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Piancó, que é sediado na cidade piancoense desde sua criação.
                
Na reunião, que foi, inclusive, convocada por edital público, os prefeitos regionais, que são os mantenedores do consórcio, vão eleger o novo presidente do consórcio de saúde, em substituição a Sales Lima, que deixa a Prefeitura de Piancó no fim deste mês, e também decidir sobre uma proposta de mudança da cidade-sede da entidade.

                
Os prefeitos Alan Bastos, de Pedra Branca, e Jairo Halley, de Serra Grande, são os principais defensores de que a sede do consórcio seja mudada para Itaporanga e dizem que essa proposta é acatada pela maioria dos prefeitos. “Isso já está decidido, porque a maioria dos prefeitos quer essa mudança da cidade-sede”, comentou Bastos.
                
Conforme os dois prefeitos, o principal motivo da mudança é o fato de que Itaporanga está bem melhor centralizada no Vale, reduzindo tempo e custos de deslocamento de pacientes da maioria dos municípios regionais. "É bem mais fácil, por exemplo, o deslocamento de um paciente de Santa Inês ou Conceição para Itaporanga de que para Piancó", argumentou ainda o prefeito.
                
Outra questão, conforme eles, é que o consórcio tem sido mal administrado, não oferecendo o atendimento adequado aos usuários e é hoje alvo de investigação em face de um convênio com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) no valor de quase 26 milhões de reais para melhoria habitacional.
                
Os prefeitos estão conscientes de que haverá resistência por parte da Prefeitura de Piancó, mas dizem que não enxergam outra saída para o consórcio a não ser mudar sua sede para Itaporanga, caso contrário, a maioria dos prefeitos estaria determinada a se desligar do consórcio, o que seria o fim da entidade cooperativa, que oferece exames e consultas especializadas a pacientes dos municípios associados.

Folha do Vali
Fechar[x]