Novo Juiz de Itaporanga é tido como um Sergio Moro, na luta contra a corrupção: Leia o artigo


A jornalista e colunista do Jornal Correio da Paraíba, Lena Guimarães, publicou um artigo na edição deste sábado (15), que compara a atuação do Juiz Antonio Eugênio Leite, Natural da cidade de Piancó (PB), como a do Juiz Sergio Moro, que luta e combate a corrupção no Brasil. Dr. Eugênio, assumirá a titularidade da Comarca da cidade de Itaporanga, após atuar por alguns anos em Conceição.
Leia o artigo abaixo: 

O juiz Sérgio Moro virou símbolo da luta contra a corrupção no Brasil, ao lado de procuradores do MPF, delegados e agentes da PF que expuseram, com a operação Lava Jato, o maior esquema criminoso de desvios de recursos públicos que se tem notícia no País.
Para felicidade dos brasileiros, Sérgio Moro não é o único comprometido com essa causa. Na Paraíba temos uma força-tarefa contra a impunidade: a da Meta 4 do CNJ, cujo desafio é julgar, este ano, pelo menos 70% de todosos processos distribuídos até 2013.
São nove juízes: o coordenador Aluizio Bezerra (brilhante autor de 14 livros sobre Direito),João Batista de Vasconcelos, Jailson Shizue Suassuna, Fábio José de Oliveira Araújo, Keops de Vasconcelos Amaral Vieira Pires, Leonardo Paiva de Sousa Oliveira, Agamenilde Dias de Arruda, Claudio Pinto Lopes e Antônio Eugênio Leite Ferreira Neto.
Este ano já julgaram 435 processos, que resultaram em 234 condenações, principalmente de políticos, mas também de outros gestores e servidores por atos de improbidade administrativa, crimes contra a administração pública e crimes de responsabilidade.
Entre os condenados, políticos de destaque como o atual presidente da Assembleia, Adriano Galdino, por fatos da época em que foi prefeito de Pocinhos. Ele ainda pode recorrer, mas a setença determina perda de função pública e suspensão dos direitos políticos por cinco anos.
Esse grupo já condenou os ex-prefeitos Carlos Rafael e Carlos Antonio Oliveira (Cajazeiras) Cozete Barbosa (Campina Grande), Francisca Motta (Patos), Jota Junior (Bayeux), André Gadelha (Sousa), João Carneiro (Sapé), Nobinho Almeida (Esperança), Carlos Dunga (Boqueirão), Pollyana Dutra (Pombal) e Fábio Fernandes (Mamanguape).
E nesse último lote estão os prefeitos eleitos Beviláqua Matias (Juazeirinho) e Carlinhos de Tião (Queimadas), sentenciados a suspensão dos direitos políticos por quatro anos, mais multa.
Quando é o caso, eles também arquivam denúncias. Foi assim com Rômulo Gouveia, com processo da época em que presidiu a Assembleia, e com Veneziano Vital do Rego, um dos 18 ex-prefeitos absolvidos.
Morosidade equivale a impunidade. Com esse esforço, o recado é claro: se houve crime, haverá castigo.
TORPEDO
Os agentes da improbidade apostam na morosidade para alcançar a impunidade, por isso, a priorização se mostra eficaz. A hediondez da corrupção está na multiplicidade de seus danos à sociedade, especialmente, aos segmentos que mais precisam dos serviços públicos.
Do juiz Aluizio Bezerra, coordenador da Meta 4 do CNJ na Paraíba, que ontem liberou mais 139 sentenças. Entre os condenados, 35 ex-prefeitos.
O ministro...
O Ministério das Cidades - o que cuida dos projetos de habitação, saneamento e mobilidade - é comandado pelo tucano Bruno Araújo, que aceitou convite para encontro com os prefeitos eleitos da Paraíba, dia 31.
... e os prefeitos
O convite partiu de Cássio Cunha Lima e do presidente do PSDB, Ruy Carneiro. O ministro vai aproveitar para visitar obras que o governo federal financia, como o Viaduto do Geisel, e verá o “caos” em Santa Rita.
Aprovados
Coordenadores da campanha vitoriosa de Luciano Cartaxo, Zennedy Bezerra e Diego Tavares retornam à gestão. O primeiro, na Articulação Política, o outro, no Acompanhamento Governamental, em Brasília.
Preto no branco
Deputados da oposição não só pediram ao MPPB investigação das denúncias de corrupção feitas pelo vereador Renato Martins contra seus aliados do PSB, como pretendem acompanhar o caso. Querem tudo esclarecido.
ZIGUE-ZAGUE 
O procurador Deltan Dallagnol vai receber no dia 22, em São Paulo, o premio “Liberdade”, do Fórum Liberdade e Democracia, concedido à equipe da Lava Jato.
Grupo de deputados e senadores iniciam na próxima semana discussão de uma proposta de sistema eleitoral. A ideia é aprovar nova reforma política ainda este ano.

Fonte Diamante Online com Jornal Correio

Fechar [x]