Em Itaporanga, Prefeitura demite 328 servidores depois de aumentar a folha em 12% este ano


O decreto assinado pelo prefeito de Itaporanga na última terça-feira, 11, rescinde todos os contratos de pessoal por excepcional interesse público. Isso significa a demissão de 328 servidores municipais.
                
Quase um terço desses servidores foram contratados este ano. Conforme dados do Tribunal de Contas do Estado, entre janeiro e agosto passado, a Prefeitura aumentou a folha de pessoal em cerca de 12%, contratando 117 servidores a mais, o que cresceu o número de funcionários para 964, um custo mensal de 1,7 milhão de reais.

                
Essas demissões ocorrem a pouco mais de dois meses e meio do prefeito deixar o poder. Ele não disputou a reeleição, mas elegeu o seu sucessor, que assume a partir de janeiro.
               
Essas demissões abrem a perspectiva de dezenas de concursados, que aguardam serem chamados pela Prefeitura para assumirem os cargos para os quais foram aprovados no certame realizado este ano. Mas, como ainda não se sabe quando eles serão chamados, as demissões atuais podem comprometer alguns serviços básicos, conforme opina setores da oposição.

Folha do Vali
Fechar [x]