Veja como aconteceu o acidente entre dois ônibus com universitário no Vale do Piancó


Era exatamente 16h50min, de uma segunda-feira, 22 de agosto, quando o Ônibus com aproximadamente 55 estudantes universitários, sendo uma grande parte, naturais da cidade de Boa Ventura (local onde se iniciou o trajeto), e outra parte de caroneiros de Itaporanga e Diamante, se envolveu no trágico acidente que vitimou o técnico em enfermagem Valdemberg Primo Araújo de 39 anos, natural da cidade de Itaporanga.

O editor do Portal DiamanteOnline era uma das vítimas dentro do ônibus da cidade de Boa Ventura, e relatou minuciosamente como tudo aconteceu.
De acordo com Arliston Jerônimo, estudante do curso de Direito, um motociclista estava ao solo, após tombar sua moto, e foi a partir daí que tudo aconteceu.
O Motorista do ônibus da cidade de Boa Ventura parou o veículo para evitar o atropelamento da vítima do tombamento que aparentava ainda, estar altamente embriagado, quando outros dois ônibus que estavam logo atrás, sendo Diamante e Itaporanga, tentaram desviar, sendo que Diamante conseguiu, já o de Itaporanga, que transportava mais de 50 pessoas, não conseguiu frear a tempo e bateu violentamente na traseira do ônibus de Boa Ventura.
“Foi um momento triste ver meus colegas presos as ferragens, outros com hematomas, membros quebrados, enfim, muito sangue e desespero”, comenta o estudante.
Segundo Arliston, a primeira equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), chegou em apenas seis minutos, demonstrando agilidade e competência. “Eu nunca tinha visto tantas equipes de resgate em um só lugar. Vieram ambulâncias de todas as cidades do Vale do Piancó. Voluntários também colaboraram nos resgates e aquilo, não podemos deixar passar em branco, agradecendo a solidariedade de todos”, pontuou.
A Polícia Militar também utilizou sua logística para manter a ordem e a calma no local. Os dois sentidos da Rodovia BR-361 foram isolados, chegando a um congestionamento quilométrico. A todo momento pais e familiares das vítimas chegavam desesperadas por informações.
“Uma cena chocante foi ver os estudantes estourando as janelas do ônibus de Itaporanga para sair em busca de socorro. Gritos de “me ajude” se espalhavam pelos quatro cantos. As vítimas eram resgatadas do interior do veículo e logo se debruçavam pela malha viária”, disse Arliston.
Ainda de acordo com o estudante relator, por pouco o ônibus não capotou pela ribanceira. “Foi coisa de Deus, pois o veículo ficou na beira do abismo”.
Aos poucos, as vítimas eram socorridas para o Hospital Wenceslau Leite de Piancó e UPA. Os casos mais graves eram transferidos para Patos e Campina Grande. Vários estudantes tiveram fraturas na região da cabeça, braços, pernas, ombros e abdome. Em Itaporanga uma multidão cercou o Hospital Distrital, muitos curiosos e outros familiares das vítimas.  
  
A Polícia Rodoviária Federal foi acionada. Até as primeiras horas da madrugada desta terça-feira a pista ainda estava o trânsito obstruído em parte. O acidente aconteceu na altura do triangulo que liga Itaporanga – Coremas – Piancó.
No último levantamento feito pelo DOL, junto as unidades hospitalares, foi constatado que 12 pessoas tiveram fraturas expostas, 2 estão em estado grave, e 1 faleceu. Outras 30 vítimas tiveram escoriaçoes.  

LEIA TAMBÉM:  Tragedia: Ônibus com universitários se chocam, um morre e vários ficam feridos, no Vale do Piancó


DiamanteOnLine
Fechar [x]