Acusado de matar ex-companheira em Pedra Branca, se entrega a Polícia

 Um assassinato chocou a cidade de Pedra Branca no começo da noite deste sábado, 20. A dona de casa Francisca Vieira de Sousa, conhecida como Branca, de 27 anos, foi morta a facadas pelo ex-namorado, Damião dos Santos Lima, conhecido como Doca de Cesário, de 34.

A mulher foi atacada inicialmente quando caminhava pela Rua José Jacó. Já ferida, entrou na casa de uma amiga para tentar escapar da fúria do ex-namorado, mas não houve jeito: apesar de lesionada mortalmente, ainda chegou a ser socorrida com vida por uma viatura do Samu, mas não resistiu. Foram mais de 10 perfurações à faca.

Francisca tinha dois filhos, um de 12 e outro de 7 anos. O mais novo era filho do acusado. Ele teve um relacionamento com a vítima durante muito tempo, mas nunca conviveram maritalmente. A informação é que Doca nunca se conformou com o fim da relação, mas a queixa que costumava expressar era com relação ao modelo de criação do filho pela mãe e a dificuldade de acesso à criança, o que não seria justificativa para tamanha brutalidade, conforme os policiais que atenderam a ocorrência. 
                
Depois do crime, o acusado deixou o local em uma motocicleta até Piancó, onde se apresentou na delegacia local. De lá foi trazido a Itaporanga, onde será autuado em flagrante pelo delegado Renato Leite. Ele residia sozinho na Rua Balduino de Carvalho, em Pedra Branca, onde mora a maior parte da família dele e dela também.

www.folhadovali.com.br
Fechar [x]