Prestes a ter concurso de Itaporanga anulado, empresa organizadora emite nota

Na iminência de ter o concurso público realizado pela prefeitura de Itaporanga anulado, a empresa organizadora do certame Contemax Consultoria acaba de publicar uma nota em que admite o "erro material" cometido quando da divulgação do resultado final, com a relação dos aprovados, modificada por várias vezes.
Nesta quarta-feira (25) haverá uma audiência pública convocada pela câmara municipal, atendendo requerimento do vereador Ricardo Pinto, quando deve ser pedida a anulação ao ministério público.

Ao assumir o tal "erro material" a Contemax reconhece no mínimo uma irresponsabilidade sem tamanho e que causou transtornos inevitáveis aos concurseiros prejudicados e seus familiares.
Na nota, a empresa diz que os "erros" aconteceram (principalmente) nos cargos de nível médio e na disciplina de língua portuguesa. E como a culpa recaí sempre no pequeno sobrou pro coitado do "técnico displicente" , que segundo a própria empresa "ao formatar o resultado final alimentou o sistema para os cargos de nível médio com o gabarito final de língua portugesa".
Tarde demais. A confusão foi feita e é enorme. Ainda na nota, a empresa pede desculpas e apressa-se em dizer que "nenhum membro da comissão do concurso ou da administração tiveram qualquer participação" na lambança. Imaginem se tivesse colado essa tentativa de fraude... O Ministério Público deve sim investigar isso rigorosamente para punir os culpados.
Veja a nota:


Fonte Rpscom1

Fechar [x]