Universitária é presa suspeita de tentar aplicar golpe valioso contra empresário diamantense, em JP


Uma universitária paraibana foi presa, nesta quarta-feira (27), suspeita de tentar aplicar um golpe em uma empresa pertencente a um jovem natural da cidade de Diamante (PB) que trabalha com energia solar em João Pessoa. 
A suspeita estava agindo com outras duas pessoas, que moram em Parnamirim-RN, e coordenou toda a ação criminosa.

De acordo com a Polícia Civil, a universitária mora no bairro Castelo Branco, Zona Leste da Capital.
Para tentar aplicar o golpe, a suspeita encontrou em contato com o diamantense e simulou uma negociação, no valor de R$ 104 mil, fingindo estar representando uma outra empresa interessada na tecnologia de energia solar.
Durante a negociação, a suspeita alegou que só fecharia negócio com a empresa de João Pessoa caso a empresa pagasse uma quantia em dinheiro para que a negociação fosse finalizada.
Desconfiado, o dono da empresa de energia solar procurou a Polícia Civil e denunciou o possível golpe. Durante as investigações, a polícia confirmou a participação dos suspeitos do Rio Grande do Norte e reafirmou a participação da universitária no crime, que seria a responsável por receber pagamentos e repassar para os golpistas em Parnamirim.
A suspeita foi presa em casa, no bairro do Castelo Branco, Zona Leste de João Pessoa, e encaminhada para a Central de Polícia Civil. Já os criminosos do Rio Grande do Norte tiveram prisão decretada.
O nome do empresário foi mantido em sigilo por recomendação da Polícia Civil. 

Fonte Diamante Online/Portal Correio

Fechar [x]