Vereadores e ex-vereeadores de Nova Olinda terão de devolver dinheiro aos cofres públicos

Oito vereadores da Câmara Municipal de Nova Olinda (PB) terão de devolver, cada um, a quantia de R$ 1.200,00 mil aos cofres públicos, que corresponde ao excesso de remuneração recebido em 2012.

A decisão é do Tribunal de Contas do Estado ao julgar irregular a prestação de contas da vereadora Maria Eurides Lourenço Araújo, presidente do legislativo municipal.

Os vereadores terão o prazo de 60 dias para recolher os valores imputados, que totalizam R$ 9.600,00. São eles: Clementino de Souza Neto, Francisco Cipriano dos Santos, Gilson Getúlio da Silva, João David Sobrinho, José David dos Santos, José Raimundo Neto, Maria Aparecida Custódio de Jesus Miguel e Sebastião Braz da Silva.

Já em relação à presidente da Câmara, Maria Eurides, foi imputado débito no valor de R$ 86.601,19, sendo R$ 3.156,00 referente ao excesso de remuneração recebido; e R$ 83.445,19, relativo a despesas insuficientemente comprovadas com serviços de reforma e ampliação da Câmara Municipal de Nova Olinda. O TCE também aplicou multa pessoal no valor de R$ 7.882,17. 


JPB
Fechar [x]