Servidores municipais têm salários cortados por dois meses seguidos e denunciam Prefeitura de Itaporanga

Servidores municipais têm salários cortados por dois meses seguidos e denunciam Prefeitura do Sertão
Servidores municipais têm salários cortados
Os vigilantes municipais da cidade de Itaporanga, no Vale do Piancó procuraram a imprensa para denunciar a Prefeitura local que, pelo segundo mês consecutivo, teria reduzido os salários dos profissionais sem nenhum motivo aparente, conforme as informações divulgadas no Jornal Online Folha do Vale.
De acordo com os vigilantes, o tal “desconto” trata-se do adicional noturno que é um direito dos vigilantes e foi cortado pela Prefeitura de Itaporanga. 
Segundo o vigilante Marcos Antônio, o prefeito de Itaporanga, Audiberg Alves (PTB) convocou a categoria para uma reunião e tentou explicar a retirada do adicional noturno dos salários dos vigilantes. “O prefeito disse que o desconto era uma forma de punir alguns vigilantes que não estão cumprindo seus expedientes. Mas, isso não é motivo para mexer com todos”, explicou Marcos.
Conforme Marcos, o desconto é de 165 reais e já é a segunda vez que o valor é descontado dos salários dos servidores que já recebem o mínimo. O vigilante informou ainda que, o sindicato que representa a categoria não tomou nenhuma medida contra a ação da gestão municipal.
O outro lado

A reportagem do portal Diário do Sertão tentou entrar em contato com o prefeito de Itaporanga, Audiberg Alves e com a secretária de Administração do município, Jailma de Sousa para que fosse esclarecida a situação dos vigilantes, porém, sem sucesso.
Apesar de não ser da sua área, o atual secretário de Esporte de Itaporanga, Wellton Tomaz informou que, a redução salarial ocorreu devido as constantes trocas de plantões entre os vigilantes e assim sendo, os profissionais que recebiam os adicionais noturnos não estavam trabalhando no período certo.
“Haverá um novo cadastro para regularizar os horários e respectivamente, os salários dos vigilantes”, disse Wellton.
Fechar [x]