Quase metade dos servidores de Boa Ventura é nomeada por critério político e supera Diamante

A Prefeitura de Boa Ventura terminou o exercício financeiro do ano passado com 169 servidores, entre comissionados e contratados, que ocuparam o serviço público por critérios meramente políticos, consumindo mais de 137 mil reais mensalmente dos cofres públicos, conforme dados do Tribunal de Contas.
            
Esse total de empregados público sem concurso representa quase metade de todo o funcionalismo municipal, o que é temerário e irregular, conforme a legislação vigente. Somente servidores contratados temporariamente somavam 108, enquanto os comissionados chegavam a 61 pessoas.

            
Boa Ventura, apesar de menor, supera Diamante na quantidade de emprego público por apadrinhamento político. Enquanto a prefeita boaventurense tinha, até o final de 2014, quase 170 afilhados políticos empregados na gestão municipal, o município diamantense mantinha 139 aliados da gestora ocupando cargos comissionados e função temporária.

www.folhadovali.com.br
Fechar [x]