Djaci critica atual gestão dizendo que ela está 'destruindo Itaporanga' e afirma que o bloco de partidos aliados decidirá quem será o candidato das oposições


Em eloquente discurso durante a convenção do PSDB, que o reconduziu à presidência local do partido, o ex-prefeito Djaci Brasileiro teceu críticas à atual gestão municipal, comandada pelo prefeito Audiberg Alves (PTB), dizendo que a cidade está sendo "destruída por um governo incapaz de promover o bem-social da comunidade".




Ele relatou às lideranças e público presente que visitantes ao chegar à cidade se depara com prédios públicos destruídos, ruas abandonadas, lixo por toda a parte e uma completa paralisia da administração pública. "Quem chega à Itaporanga se depara logo com ginásio de esportes totalmente destruído, praças destruídas, ruas abandonadas, entupidas de lixo, sem calçamento, sem saneamento, ou seja, uma completa destruição que estão fazendo com nossa querida Itaporanga", disse.



Djaci agradeceu a presença das forças que compõe a oposição local e afirmou que vai trabalhar a formação de uma ampla coalização para "salvar Itaporanga desse caos administrativo". Foi em verdade, a primeira vez, desde o fim das eleições municipais de 2012, que o ex-gestor fez contundentes críticas à atual gestão municipal. Disse que a população irá dizer nas eleições do ano que vem se concordam com o jeito de governar do atual prefeito.

"O povo é quem vai dizer se a atual gestão está fazendo àquilo que prometeu nos palanques. Pois o que vemos é uma destruição dos equipamentos públicos. O que vemos é o povo sofrer sem serviços básicos de saúde, sem uma educação de qualidade", ponderou. Entretanto, o ex-prefeito não confirmou se será candidato ano que vem e afirmou que essa coalização é quem vai decidir sobre a formação da chapa que disputará às eleições vindoura de 2016.

"Vamos sentar e conversar com todos os partidos que estão no bloco das oposições e, a partir daí, trabalhar a formação da chapa. Quem vai dizer quem será o candidato das oposições será esse bloco de partidos que comungam com a tese de se formar uma ampla coalização para salvar Itaporanga desse atraso", concluiu Djaci Brasileiro.

O tucano perdeu às eleições de 2012 por uma diferença de apenas 199 votos, considerada pequena para as disputas eleitorais em Itaporanga.

Ricardo Pereira
Fechar [x]