Dinaldinho cobra instalação da CPI do Empreender na Assembleia Legislativa

O deputado estadual, Dinaldinho Wanderley (PSDB), voltou a cobrar nesta terça-feira (5) a instalação da CPI do Empreender na Assembleia Legislativa (ALPB).

Com o pedido protocolado desde o dia 15 de abril, a Mesa Diretora da Casa ainda não se pronunciou sobre o tema alegando, por meio da Secretaria Legislativa, que ainda está analisando dois outros pedidos para instalação de Comissões.

Dinaldinho rebateu as informações da Secretaria afirmando que conferiu, junto ao secretário legislativo, Washington Aquino, os dois livros de requerimento existentes na Casa e que constava apenas a CPI da Telefonia, já instalada.

“Ainda estamos aguardando o posicionamento oficial do presidente Adriano Galdino, mas eu tive o cuidado de, junto com o secretário legislativo folhear os dois livros de requerimentos da Casa, folha por folha, onde tinha a instalação de apenas uma CPI, a da Telefonia. Sendo assim, a CPI do Empreender é a segunda”, revelou o deputado.

De acordo com ele, o que existe é uma possível CPI dos Pardais, em João Pessoa, apalavrada pelo presidente Adriano Galdino que seria instalada depois que se fizesse uma averiguação se a competência seria da Casa ou da Câmara da Capital para fiscalizar os pardais e multas. “Não se pode atropelar o direito e o Regimento Interno da Casa. Somos a favor da legislação e de sua forma vigorosa da lei e não vamos aceitar ter esse pedido de CPI atropelado por interesses de quem quer que seja”, disse Dinaldinho.

O deputado revelou ainda que poderá procurar a Justiça caso a CPI não seja instalada na Assembleia Legislativa, mas diz acreditar que não será necessário porque confia no bom senso do presidente da Casa. “Acredito realmente que Adriano Galdino vai instalar a CPI do Empreender porque está dentro do Regimento Interno e foi apresentada nesta Casa de forma legal”, disse.


Assessoria 
Fechar [x]