Gabinete Itinerante do deputado Dinaldinho discute problemas da UEPB em Patos


A principal reivindicação é um campus para a universidade e será levada ao Executivo 
A primeira plenária do Gabinete Itinerante do deputado estadual, Dinaldinho Wanderley (PSDB), foi realizada nesta sexta-feira (27) para discutir os problemas vivenciados pelo campus da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) em Patos. O evento teve a participação de políticos, empresário, entidades e da comunidade acadêmica e as principais reivindicações foram uma sede própria para a instituição de ensino, recursos para custear o campus e aumentar a quantidade de cursos.


O parlamentar informou que levará todas as reivindicações ao Governo do Estado e que vai pedir a sensibilidade do Executivo para a área da educação. “A universidade é fundamental para o desenvolvimento de toda essa região. Aqui se produz o bem mais precioso que podemos ter, que é o conhecimento. Muitos problemas já foram identificados, minimizados e sanados através de pesquisas realizadas pela Universidade. Mas toda essa prestação de serviço está ameaçada aqui no nosso Sertão e não vamos deixar isso acontecer”, destacou.
O reitor da UEPB, Rangel Júnior, participou da plenária e elogiou a iniciativa do deputado de sair da Assembleia para ouvir as demandas da população. “Discutir cara a cara as demandas e procurar encontrar soluções é muito positivo. Nós precisamos de solidariedade e apoio nas demandas da universidade, destacou. 
Rangel explicou que são duas questões mais importante em Patos: construção do campus ou definição do espaço para desenvolver as suas ações em um espaço adequado e a definição orçamentária. Ele informou ainda que existe um projeto elaborado e contratado pela universidade para construir o campus em Patos, mas não existe definição orçamentária para isso.  “Não temos destinação orçamentária. Temos o compromisso do governador de construir o campus de Monteiro e depois de Patos”, revelou.
Gabinete itinerante - O principal objetivo do Gabinete Itinerante é de aproximar o Parlamentar à população. A sua principal missão é servir de instrumento de consulta popular para debater os problemas e as reivindicações de determinada localidade ou sobre uma temática específica, com o intuito de buscar soluções para essas questões. “Nossa intenção é ir até onde o problema ou a demanda encontra-se e debater com a população, entidades e o Poder Público as soluções. Defendo que um paramentar não pode ficar trancado dentro da Assembleia. Deve ir onde o povo estar”.
Presenças – Participaram da plenária Chayenne Ribeiro (Diretora da UEPB de Patos), Luciano Dias (Diretor do GIAASP), Mauricio Alves (vereador de Patos), Francisco do Hospital (Vereador de São Mamede), Valcelon Carvalho (médico e empresário), Santiago Jácome (representante dos Estudantes) entre outras autoridades.
Assessoria
Fechar [x]