Professores reivindicam pagamento de salários atrasados durante sessão na Câmara Municipal de Diamante

 
Protesto e muita cobrança dos servidores públicos municipais, em particular do magistério, marcaram a sessão do último sábado (8) na Câmara Municipal de Diamante. 
 
Os professores do município foram reclamar dos constantes atrasos no pagamento de seus salários, que vem sendo uma marca da atual gestão municipal Marcília Mangueira (PMDB). 
 
Somente nos últimos dez meses entraram nos cofres públicos do município R$ 2.400.00,00 milhões, oriundos de recursos do Fundeb, e nesse período o gasto com a folha chegou total de R$ 1.700.00,00 milhão, o que daria para a administração ter uma sobra em torno de R$ 700.000,00 mil após pagar as dez folhas, explicou o presidente da Casa, vereador Alan Deivid (PT). 
 
Isso não justifica o atraso dos salários. Outro ponto levantado pelo parlamentar-mirim foi que além de não receber seus salários os servidores estão diante de cobranças bancárias pelo atraso de empréstimos consignados, já que a atual gestão estaria fazendo o desconto no contra-cheque mas não repassando, caracterizando assim apropriação indébita.
 
Foi debatido também o atraso no pagamentos do pessoal inativo, que não sabem quando irão receber seus salários. Diante desse cenário desastroso o vereador Edvan levou a voto requerimento para convocação da secretária municipal de Finanças, para prestar esclarecimentos, entretanto, o mesmo foi rejeitado pela base de situação por ser maioria na Casa, se posicionando contra os servidores.
 
FONTE: Blog Ricardo Pereira
Fechar [x]