Seca coloca os 18 municípios do Vale do Piancó em situação de emergência, diz Integração Nacional

Cento e noventa e sete municípios da Paraíba, entre eles os 18 que compõe o Vale do Piancó, estão em situação de emergência devido aos problemas ocasionados pela seca, de acordo com avaliação do Ministério da Integração Nacional.

O estado é o segundo da Região Nordeste com maior número de ocorrências, perdendo apenas para o Piauí, que tem 202 municípios em situação crítica.

O relatório da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil tem como objetivo o reconhecimento de áreas que se encontram em situações de emergência ou estado de calamidade pública.

O Ministério da Integração analisou 197 municípios paraibanos e considerou que todos eles estão em situação de emergência. Relatório divulgado pelo órgão aponta a falta de chuvas como elemento motivador dos problemas detectados no estado. O estudo foi realizado entre janeiro e junho deste ano.

Em todo o Nordeste, foram mais de mil municípios considerados em situação de emergência. O estado com maior número de ocorrências é o Piauí: 202 municípios reconhecidos. Em segundo lugar vem a Paraíba, seguida por Pernambuco, que registrou 190 casos. O Ceará aparece na quarta colocação, com 169 municípios prejudicados; logo em seguida o Rio Grande do Norte, com 160. A Bahia ocupa a sexta posição, com 159 municípios em emergência. Alagoas, Sergipe e Maranhão têm, respectivamente, 43, 17 e 14 municípios prejudicados pela estiagem.

Em estados de outras regiões, a situação crítica foi provocada por inundações, deslizamentos, chuvas intensas, enxurradas, erosões, alagamentos, vendavais e tornados.

Somente não foram divulgados os resultados obtidos Amapá, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Roraima e Tocantins.

Da Assessoria
Fechar [x]