Confusão em clube de Itaporanga termina em tiros: policial e mais duas pessoas ficaram feridas


Uma confusão durante um evento festivo no Itaporanga Esporte Clube na madrugada deste sábado, 12, por pouco não terminou em tragédia. Uma arma foi disparada e três pessoas ficaram feridas, entre as quais um sargento da Polícia Militar e um homem que não tinha nada a ver com o problema e foi atingido por uma bala perdida quando passava enfrente ao clube.

Segundo informações, Keliano Lourenço Alves da Silva, conhecido como Bab Boy, de 25 anos, desentendeu-se com o sargento Francisco Carlos de Caldas, conhecido como Sargento Caldas, de 45, que atua e reside em Itaporanga e estava de folga. Durante a confusão, o militar, na tentativa de se defender de uma possível agressão física, teria sacado uma arma e disparado, ferindo o seu desafeto, que ficou lesionado levemente no pescoço e ainda no tórax e braço.

Mesmo ferido, o rapaz teria reagido e, durante luta corporal com o policial, apropriado-se da arma e disparado, ferindo o militar no dedo. Durante os tiros, o pedreiro Damião Timótio Santos, de 44 anos, que passava em uma moto enfrente ao clube, foi atingido por uma bala perdida: ao perceber que estava ferido no tórax, ele mesmo seguiu para o hospital de Itaporanga, mas precisou ser removido para Patos, mas já recebeu alta. O homem é casado e reside na Rua João Firmino Gomes

Após os disparos, Bad Boy, que mora na Rua Paulo Costa Lima, deixou o local e, devido ao ferimento, também procurou o hospital da cidade, mas igualmente precisou ser transferido para o regional de Patos, onde permanece internado. Já o militar encontra-se hospitalizado em Itaporanga.

Um relatório da Polícia Militar foi encaminhado à delegacia para apuração do caso, mas a arma não foi encontrada. Todos os envolvidos serão intimados a prestar depoimentos. O delegado vai querer sabe a origem da confusão e as circunstâncias que motivaram os disparos.  


folhadovali.com.br
Fechar [x]