Mais um açude do Vale do Piancó prestes a sangrar e Aesa prevê continuação das chuvas

O açude Poço Redondo, que abastece a cidade de Santana de Mangueira, poderá ser o terceiro grande reservatório regional a sangrar, depois do Cafundó, em Serra Grande, e Cantinho, em Itaporanga, que atingiram sua capacidade máxima na semana passada.

Com capacidade para comportar 8.931.340 metros cúbicos (m3) d’água, o manancial santanense está com 96,6% de seu volume total, segundo a Agência Estadual de Gestão das Águas (Aesa). Ou seja, faltam menos de 4% para ele sangrar.

Mesmo que não sangre, o açude já tem água suficiente para segurar o abastecimento d’água do município pelos próximos 15 meses. Mas a perspectiva é de que ele sangre, porque, segundo a Aesa, as chuvas deverão continuar caindo até o mês de maio, podendo se prolongar a junho.

Entre os grandes açudes da região monitorados pela Aesa, apenas o Cafundó sangrou. Apesar do reservatório ser pequeno – tem, apenas, 313.680 m3 -, a população de Serra Grande comemorou muito a sangria, depois de um longo período praticamente seco em razão da longa estiagem.

Ao contrário do Poço Redondo e Cafundó, a maior parte dos açudes regionais está penando com menos de 35% de sua capacidade, incluindo o Cachoeira dos Alves, que abastece Itaporanga. 


folhadovali.com.br
Imagem Ilustrativa
Fechar [x]